Gabigol é o quinto artilheiro do Brasileirão 2020, mas fez o gol mais importante do campeonato!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Um cara predestinado! Assim podemos definir o centroavante do Flamengo, Gabigol.

Artilheiro do Brasileirão 2019, ano do sétimo título nacional do time Rubro-negro, o camisa 9 terminou o campeonato como o goleador máximo com 25 gols.

Nessa temporada, o atacante não é nem metade do que foi no último título, mas marcou o gol mais importante do Flamengo e do campeonato. O segundo da vitória por 2 a 1 sobre o Inter, de virada, neste domingo (22), no Maracanã.

Gabigol comemora com Gérson o gol da virada do Flamengo
Gabigol comemora com Gérson o gol da virada do Flamengo Alexandre Vidal / Flamengo

Gabigol virou um carrasco do Inter. Foi o sétimo gol dele contra o time gaúcho em 11 jogos. O terceiro em partidas com a camisa do Rubro-negro carioca.

O gol valeu muito mais do que a artilharia. Ele deu ao time carioca a liderança do Brasileirão na penúltima rodada (37ª) e deixou o Flamengo a uma vitória do bi seguido, o oitavo título nacional da história. O último adversário será o São Paulo, quinta-feira (25), no Morumbi.

Para se ter uma ideia, essa é a primeira vez que o técnico Rogério Ceni lidera o Campeonato Brasileiro como técnico em apenas três temporadas na carreira. O clube poderá repetir o feito de 2009 e ser campeão com apenas duas rodadas na liderança. Inter e São Paulo lideraram 14 vezes casa. Atlético-MG, sete e Vasco, uma.

Gabigol cresceu na reta final da competição. Ele marcou seis gols nos últimos seis jogos. Foi o 27º gol dele nessa temporada, maior artilheiro em atividade no Brasil, ao lado de Diego Souza, e o 14º no Brasileirão. 

O camisa 9 ocupa a quinta posição na artilharia, atrás de quatro jogadores com 17 gols: Claudinho (Red Bull Bragantino), Luciano (São Paulo), Marinho (Santos) e Thiago Galhardo (Inter).

De virada, Flamengo vence ‘decisão’ contra o Internacional e assume a ponta do Brasileiro; VEJA os gols!



Desde 2019 no Flamengo, o camisa 9 disputou 101 jogos, marcou 70 gols e deu 23 assistências. Artilheiro ou não, o centroavante com mais gols nas três últimas edições do Brasileirão (57), poderá levar o Flamengo a mais um título. 

O gol da conquista do octacampeonato pelo Rubro-negro está com cara e nome: Gabigol, o predestinado!

Comentários

Gabigol é o quinto artilheiro do Brasileirão 2020, mas fez o gol mais importante do campeonato!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

A maturidade de Vinícius Júnior no Real Madrid

Carlos Sartori
Carlos Sartori

O atacante brasileiro Vinícius Júnior teve uma noite inesquecível, em Madrid, pelo duelo de ida das quartas de final da Champions League nesta terça-feira (6), no estádio que tem nome de craque: Alfredo Di Stefano. Ele marcou dois gols na vitória sobre o Liverpool por 3 a 1.

O jovem estádio, fundado em 2006, é uma homenagem ao ídolo que defendeu o time merengue nas décadas de 1950 e 1960. Nascido na Argentina, o craque do Real Madrid também trenou o time nos 80 e 90. Uma lenda!

Com os dois gols, Vinícius Júnior vai cada vez mais ganhando espaço no time espanhol. Não é um craque como as lendas do Real, mas com maturidade e bom futebol cavou o seu espaço entre os titulares.

Vinícius Júnior teve a sua melhor apresentação com a camisa do Real. Deixou os ingleses tontos e tortos.

E para quem acha que o garoto não sabe marcar gols com categoria, o atacante mostrou dois.

Ele abriu o placar com um golaço após matar a bola no peito em um lançamento espetacular de Tony Kroos. 

Se ele abriu a festa, também tinha que fechar com o terceiro da vitória do Real.

Vinícius comemora golaço na vitória contra o Liverpool
Vinícius comemora golaço na vitória contra o Liverpool EFE

Vinícius Júnior foi muito criticado quando chegou ao Real Madrid. Ainda não estava pronto para o futebol europeu e saiu jovem demais do Flamengo.

Soube trabalhar, se dedicar, absorver as críticas e aos poucos vai crescendo nas mãos de Zidane. O mesmo técnico que no início segurou às rédeas para não queimar o garoto.

Aos 20 anos, Vinícius Júnior virou uma realidade! Voa, garoto!

Acusado de racismo, jogador do Cádiz explica o que disse e ameaça se aposentar

Comentários

A maturidade de Vinícius Júnior no Real Madrid

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Homem-gol: Gabi empata com Renato Abreu e vira artilheiro do Flamengo no século 21; veja números do camisa 9

Carlos Sartori
Carlos Sartori
Gabigol comemora após marcar para o Flamengo sobre o Madureira
Gabigol comemora após marcar para o Flamengo sobre o Madureira Alexandre Vidal/Flamengo

O atacante Gabigol teve um gol anulado, e marcou dois, ainda no primeiro tempo, na goleada do Flamengo por 5 a 1 sobre o último invicto do Cariocão, o Madureira. Com o sexto triunfo em oito jogos, o time Rubro-negro retomou a liderança com 19 pontos empatado com o Volta Redonda.

Foi o terceiro gol do camisa 9 no Campeonato Carioca em 2021. Em 105 jogos pelo Flamengo, 99 como titular, o centroavante chegou a marca de 73 bolas nas redes e empatou com Renato Abreu, ex-volante e meia do time carioca. 

O camisa 9 é agora o artilheiro do Rubro-negro no século XXI com média de 0,69 gols por partida. Na bagagem, sete títulos pelo clube carioca.

Além dos gols, Gabriel Barbosa é um dos garçons do time com 24 assistências. Sabe marcar e dar passes.

O primeiro gol de Gabigol na goleada foi anotado em cobrança de pênalti e com categoria, bola de um lado, goleiro do outro. Os números dele nesse quesito são impressionantes. Em 17 cobranças, 16 gols e uma bola no travessão: 94% de aproveitamento. 

Na segunda bola na rede do atacante, ele mostrou oportunismo ao aproveitar um rebote após excelente cabeçada do zagueiro Rodrigo Caio. Com tranquilidade, Gabigol chutou de rasteira no canto.

Gabigol é o maior jogador do Flamengo no século? Futebol na Veia debate e Zé Elias cita Adriano 'Imperador'


Gérson, Diego Ribas e Arrascaeta completaram para o Flamengo que tem o melhor ataque do Cariocão com 18 gols marcados e saldo de 14. 

Com o que o Flamengo está jogando, o camisa 9 será consagrado em 2021. Só na primeira etapa, o time comandado por Rogério Ceni finalizou 19 vezes, 10 foram em direção ao gol. Em apenas dois jogos com os titulares no Cariocão, a equipe marcou oito gols e sofreu um.

O time do Flamengo está voando em campo! Assim, surgem as oportunidades para o atacante virar cada vez mais artilheiro.

Como prêmio, Ceni manteve Gabigol até o final da partida. Eu também deixaria. O centroavante fez três gols em três jogos no Cariocão e está babando para buscar a artilharia.

O ano promete para o camisa 9, o século XXI no Flamengo já é dele!


Comentários

Homem-gol: Gabi empata com Renato Abreu e vira artilheiro do Flamengo no século 21; veja números do camisa 9

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Com apenas quatro jogos, 8ª rodada do Cariocão tem novo líder, recorde absurdo de média de gols e artilheiro diferenciado isolado!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Ainda faltam dois jogos para completar a 8ª rodada do Campeonato Carioca: Madureira x Flamengo, segunda (5), e Macaé x Fluminense, terça (6).

Mas em apenas quatro jogos, os números de gols superaram os seis jogos de cada das sete rodadas anteriores: 18 no total com média alta de 4,5 por partida.

Destaque para o novo artilheiro isolado da competição: Alef Manga. O atacante do líder Volta Redonda marcou dois belos gols, pela terceira vez seguida, e chegou aos sete. 

O Voltaço com a vitória por 3 a 2 sobre o Nova Iguaçu assumiu a liderança temporária com 19 pontos, três a mais do que o Flamengo.

O time de Alef Manga superou o rubro-negro em número de vitórias (6 a 5) e de melhor ataque (14 a 13). As duas equipes só se enfrentarão na última rodada (11ª). 

Artilheiro isolado: Alef Manga marcou seis gols nos três últimos jogos
Artilheiro isolado: Alef Manga marcou seis gols nos três últimos jogos ANDRÉ MOREIRA/VRFC

E por falar em gols, o atacante Tiago Reis fez um hat-trick na goleada do Vasco sobre o Bangu por 4 a 2. Gabriel Pec completou o placar e chegou ao quarto gol no campeonato. 

E na outra goleada da 8ª rodada, o Boavista meteu 4 a 1 no Resende. Destaque para Michel Douglas com dois gols na partida.

A média só não foi maior nos quatro jogos disputados até agora, porque Botafogo e Portuguesa empataram em 1 a 1

A Lusa teve um gol legítimo mal anulado e jogou com um a menos desde o primeiro tempo. Destaque para o golaço da Portuguesa marcado pelo talentoso atacante Chay. 

Golaço da Portuguesa-RJ! Chay acerta lindo chute de fora da área e empate contra o Botafogo


Aliás, o Campeonato Carioca tem sido uma grata surpresa com os belos gols marcados e alguns talentos. 

Alef Manga tem sido o grande destaque até agora. O atacante tem faro de gol e qualidade. Muito difícil hoje em dia ver um jogador que faz dois gols por partida. Aos 26 anos, o camisa 11 do Volta Redonda tem feito a diferença. 

Comentários

Com apenas quatro jogos, 8ª rodada do Cariocão tem novo líder, recorde absurdo de média de gols e artilheiro diferenciado isolado!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Na corda bamba e fora do G-4! Vasco mete chocolate no Bangu, e de virada, mas não foi fácil!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Apesar da vitória elástica do Vasco sobre o Bangu por 4 a 2, na noite de sábado (3), no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, a vida do time cruzmaltino não foi fácil.

A segunda vitória em oito jogos teve como protagonista um jogador iluminado em campo: Tiago Reis. O atacante, de 21 anos, marcou os três primeiros gols do Vasco.

O último jogador a conquistar um hat-trick tinha sido o argentino Germán Cano, na vitória do Vasco por 3 a 1 sobre o Macaé, no dia 28 de junho do ano passado, pelo Carioca.

Vasco sai atrás do Bangu, mas vira com três de Tiago Reis; veja

A noite começou ruim para o time comandado por Marcelo Cabo, que saiu atrás do placar com gol de Luís Araújo.

O empate saiu de uma cobrança de pênalti. Detalhe, o dono da noite Tiago Reis perdeu a penalidade, mas conseguiu no rebote deixar tudo igual.

No segundo tempo, o centroavante marcou o segundo de cabeça no primeiro lance dos 45 minutos, e fez o terceiro, aos 23 minutos, após receber passe de Cayo Tenório.

Cinco minutos depois, o Bangu pressionou o Vasco e diminuiu a diferença com Gabriel Cividini de cabeça: 3 a 2.

Fora de campo, dirigentes dos dois times travavam uma batalha contra a arbitragem. Sem torcida, esse tem sido o maior problema das partidas de futebol. Os cartolas viram torcedores e incomodam quem está trabalhando. Lamentável!

Enquanto o Bangu ainda comemorava, o jovem Gabriel Pec, em posição de impedimento, desviou chuta de Matias Galarza e fez o quarto do Vasco. O quarto dele no Cariocão.

Com a vitória, o Vasco subiu momentaneamente três posições na tabela, ocupa o sexto lugar com 10 pontos, mas o time tem muitos problemas para resolver. Tem um bom ataque e igualou o Flamengo (13 gols). Porém, a defesa levou 11 bolas nas redes. A terceira defesa mais vazada ao lado do Bangu. O lanterna Macaé tomou 14, e o Resende, 12.

Nos últimos dez jogos, o Vasco levou gols. A última partida que o time cruzmaltino segurou o zero do placar foi no empate em 0 a 0 contra o Corinthians, na 37ª rodada do Brasileirão.

A três rodadas do final desta fase do Cariocão, em que apenas os quatro melhores avançam à semifinal, não vejo o Vasco nesse G-4.

Tiago Reis, o dono da noite com hat-trick
Tiago Reis, o dono da noite com hat-trick Rafael Ribeiro/Vasco

Comentários

Na corda bamba e fora do G-4! Vasco mete chocolate no Bangu, e de virada, mas não foi fácil!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Cadê a maturidade, parça? Neymar, o adolescente de 29 anos!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Muitos ainda esperam que o brasileiro Neymar seja eleito o melhor do mundo. Jamais será! Falta foco e maturidade. O menino não cresceu. É mimado e cercado de pessoas que alimentam o seu diário cheio de mi-mi-mi.

Prova disso, mais uma vez, foi o seu destempero neste sábado (3) ao perder a cabeça nos minutos finais da derrota do PSG, em casa, para o Lille.

Ele, que já tinha cartão amarelo, foi expulso por empurrar um adversário fora de campo. Tudo bem que ele tentava pegar a bola das mãos do rival, mas tem que ser menos nervoso.

Esta foi a quarta expulsão de Neymar com a camisa do PSG, a segunda nesta temporada. 

Neymar reclama de pancada, começa confusão e é expulso; assista



O cartão amarelo também saiu de uma vacilada de Neymar na primeira etapa. O brasileiro ficou irritado com a forte marcação do adversário e colocou a mão na cara do rival. 

Além das duas atitudes burras, sua equipe perdeu por 1 a 0 e ficou sem a liderança do Campeonato Francês. Prejuízo para o clube. 

Neymar voltava pela primeira vez como titular depois de uma lesão que o deixou afastado por um mês. Ele enfrentou o Lyon, mas saiu do banco.

Neymar disputa bola na derrota do Paris Saint-Germain
Neymar disputa bola na derrota do Paris Saint-Germain Getty Images

Na saída de campo, rumo ao vestiário, Neymar discutiu com o português Djalo, que também foi expulso. Era visível que o jogador do Lille não queria confusão.

O brasileiro ainda assim tentou partir para a agressão contra o zagueiro duas vezes, mas a turma do deixa disso evitou o pior. Na correria, um dos seguranças caiu no chão com o jogador do Lille. Cenas lamentáveis que estão circulando nas redes sociais em todo o mundo.

Com certeza, Neymar será punido. O time de Paris deveria dar uma multa milionária ao jogador para ver se ele aprende. Talvez, perdendo dinheiro, ele passe a se comportar melhor em campo. 

É por essas e outras que Neymar vai envelhecendo e perdendo o bonde da história. Não basta se achar o melhor, tem que provar dentro e fora de campo com atitudes profissionais. 

E nos últimos anos, Neymar está muito distante desse comportamento. O azar é só dele!

Espero que até o final do dia, ao invés de pedir a cabeça de uma subcelebridade no paredão do famoso reality show, Neymar tenha humildade e venha a público pedir desculpas. É o que se espera de um ídolo e craque referência para os mais jovens.

Mais do que nunca, chegou a hora do homem, de 29 anos, esquecer o Júnior de seu nome.

Vinicius Jr. dá assistência, Benzema marca pelo 7º jogo seguido, e Real Madrid vence o Eibar em LaLiga

Comentários

Cadê a maturidade, parça? Neymar, o adolescente de 29 anos!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Exclusivo - Empresário de Alef Manga revela futuro do artilheiro do Cariocão: 'Ele é solução de gol e a lista de clubes interessados é grande'

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Sensação e artilheiro do Campeonato Carioca com cinco gols, o atacante do Volta Redonda Alef Manga é o nome da vez no mercado da bola brasileiro. 

E segundo o empresário do jogador de 26 anos, Marlei Feliciano, CEO da Pantera Sport, a lista de clubes das Séries A e B atrás do goleador quase chega a dez. 

O agente CBF de Alef revelou que 50% dos direitos do atacante pertencem ao Volta Redonda e ao atleta, e outros 50% a um grupo empresarial atrelado ao clube anterior, que cedeu o camisa 11 ao vice-líder do Cariocão,

“Há um volume muito grande de clubes interessados no jogador. Eu conversei com todos eles, sem exceção. Não descartei nenhum deles até agora. Posso te adiantar que tem uns três clubes de Série B e uns cinco de Série A. Não falei ainda de valores, visto que o Flávio Horta, presidente do Volta Redonda, é meu amigo pessoal e está com covid. E por isso, tenho falado apenas sobre a recuperação dele para depois tratar de negócios mais à frente”, revelou Feliciano.

Prêmio Puskás? Veja o golaço de Alef Manga na Copa do Brasil


O camisa 11 do Volta Redonda marcou dois gols nos dois últimos jogos do Cariocão contra o Fluminense, na vitória por 3 a 2, e no 3 a 1 diante do Boavista. 

Com a camisa do Voltaço, Alef Manga disputou 17 jogos e marcou 13 gols. Na temporada 2021, sete bolas nas redes em oito partidas.

“Ele é solução de gols para muitos clubes, inclusive para os de ponta da Série A e também da ponta da Série B. A gente pode citar meia dúzia de clubes. Goiás, Vasco, Botafogo, Coritiba, Ponte Preta, Guarani, clube de Série A que está temporariamente na B. Mas tem muitos clubes da Série A interessados no atleta”, disse o empresário.

Alef Manga tem faro de gol e qualidade quando manda a bola para o fundo das redes. Foi assim na vitória do Voltaço na Copa do Brasil. 

O atacante marcou os dois gols no tirunfo por 3 a 0 sobre o paraense Castanhal. O segundo foi uma obra-prima digna de concorrer ao Prêmio Puskás. Ele deu uma caneta no marcador e tocou por cobertura de cavadinha. Um golaço!

“Ele está tendo um hábito positivo de não só ser goleador, mas de fazer gols bonitos. Após os dois gols contra o Fluminense, eu como agente, recebi mais ou menos dez ligações simultâneas, e depois retornei algumas, com consultas sobre o atleta”, revelou Marlei Feliciano.

O empresário dá um caminho sobre o futuro de Alef Manga com muita calma e tranquilidade, mas com uma certeza. 

“No final do Carioca, ele estará na Série A ou na Série B. O importante é ele jogar em um clube que consiga resolver o problema de gols”, disse Marlei.

Real Madrid, clássico na Premier League, NBA e mais: os destaques de sábado e domingo no ESPN App



Mas um aviso aos torcedores dos clubes interessados no artilheiro. O próprio jogador quer ficar até o final do Cariocão. 

Alef Manga tem personalidade e quer ser o artilheiro da competição. Até à sétima rodada, ele divide a artilharia com o jovem atacante do Flamengo Rodrigo Muniz, com cinco gols cada.

“Eu tenho combinado com o Volta Redonda que o Alef vai jogar o segundo jogo da Copa do Brasil, no próximo dia 7 (quinta-feira), e também vai finalizar o Carioca, porque há uma tendência muito grande de ele ser o artilheiro da competição. Ele está se valorizando a cada jogo. A performance dele é ótima. Ele tem oito gols em sete jogos na temporada de 2021, com uma média excepcional de 0,87 por partida. O atleta está me dando trabalho favorável. Ele é um cara muito determinado, focado, e está vivendo o melhor momento da carreira”, seguiu o empresário.

Perguntado se Grêmio, Cruzeiro e Corinthians haviam demonstrado interesse pelo atacante, o empresário confirmou timidamente e acrescentou novamente que a briga para ter o goleador Alef Manga será boa.

“Sim, mas te adianto que a lista é bem maior. Mas a minha postura de comunicação é de manter sigilo da decisão tomada pelo Volta Redonda e do próprio atleta que pediu para finalizar o Carioca. O clube precisa dele na Copa do Brasil e no quadrangular final, se o VR chegar entre os quatro à semifinal”, finalizou Feliciano. 


Alef Manga é a sensação do Cariocão com cinco gols
Alef Manga é a sensação do Cariocão com cinco gols André Moreira / Volta Redonda

Comentários

Exclusivo - Empresário de Alef Manga revela futuro do artilheiro do Cariocão: 'Ele é solução de gol e a lista de clubes interessados é grande'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Cariocão: Fla lidera empatado com Voltaço do artilheiro Alef Manga. Flu, Vasco e Bota decepcionam. Lusa e Madureira completam G-4!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

A sétima rodada do Campeonato Carioca teve 16 gols, média de 2,6 por partida. Só o Flamengo, melhor equipe da competição, fez três contra o Bangu: 3 a 0. Os gols da quinta vitória rubro-negra foram marcados por Bruno Henrique, Arrascaeta e Gabigol. 

O Fla tem o melhor ataque com 13 gols marcados e o artilheiro do Cariocão, Rodrigo Muniz empatado com Alef Manga, do Volta Redonda, com cinco bolas nas redes cada. A defesa é a segunda menos vazada com três gols sofridos, fica atrás apenas da Portuguesa que levou apenas dois.

Com gols de Bruno Henrique, Arrascaeta e Gabigol, Flamengo vence Bangu; veja como foi


O vice-líder Volta Redonda venceu o Boavista por 3 a 1 nesta quinta-feira (1º de abril). Dois gols do camisa 11 Alef Manga, o quinto gol dele no campeonato. O atacante de 26 anos tem sido o destaque do Cariocão.

O Voltaço soma os mesmos 16 pontos do Flamengo, mas marcou menos gols (13 a 11) e tem saldo de gols inferior (10 a 5). Os próximos critérios de desempates depois de vitórias, já que as duas equipes empatam com cinco triunfos cada.

Artilheiro: Alef Manga comemora o quinto gol no Carioção!
Artilheiro: Alef Manga comemora o quinto gol no Carioção! André Moreira/VRFC


Quem também se deu bem nesta quinta-feira, no fechamento da sétima rodada, foi a Portuguesa, terceira colocada. Cafu fez o gol mais bonito da rodada na vitória por 1 a 0 sobre o Resende. Ele acertou um chutaço de fora da área.

Da primeira a sexta posição na tabela, nada mudou nessa sétima rodada. Todos os times se mantiveram no mesmo lugar. O quarto colocado Madureira, único time invicto, e com cinco empates em sete jogos, ficou no 1 a 1 com o Botafogo. Com quatro empates, o Glorioso é o sexto colocado no campeonato.

No meio dos dois está o Fluminense, em quinto. O Tricolor empatou com o Vasco no clássico da rodada: 1 a 1. O Cruzmaltino é o pior dos quatro gigantes cariocas com a nona colocação na classificação.

Apenas o Nova Iguaçu conseguiu subir duas posições entre os 12 times do Cariocão. Com a vitória por 3 a 1 sobre o lanterna Macaé, o Carrossel da Baixada saiu do nono para o sétimo lugar.

Azar do pior time do campeonato. O Macaé segue a sina de ainda não ter vencido em sete jogos. É também a equipe que mais levou gols na competição: 14 com saldo negativo de 11. Como só um time cai nessa nesse torneio, o Macaé já está com o pé na cova.

Mas quem também decepciona no Cariocão são os três gigantes: Fluminense, Botafogo e Vasco. Não que eles tenham a obrigação de estarem no G-4. Mas se não tomarem cuidado, o trio ficará de fora da semifinal.

A contagem regressiva já começou. Faltam quatro rodadas para o final dessa fase e só quatro passam. Do jeito que Volta Redonda, Portuguesa e Madureira estão correndo atrás do osso, Flu, Bota e Vasco terão que jogar muita bola para avançar à semifinal!

Comentários

Cariocão: Fla lidera empatado com Voltaço do artilheiro Alef Manga. Flu, Vasco e Bota decepcionam. Lusa e Madureira completam G-4!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Elenco milionário do Flamengo estreia no Cariocão com vitória tranquila diante do pobre Bangu do saudoso Dr. Castor

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Dos 11 titulares do Flamengo que  enfrentaram o Bangu na noite desta quarta-feira (31), apenas Gabigol já havia estreado no Campeonato Carioca. 

O camisa 9 teve um gol anulado e passou em branco no primeiro tempo, mas o seu parceiro de ataque Bruno Henrique abriu o placar nos acréscimos, aos 47 minutos. 

O capitão Diego lançou uma bola na área para o atacante marcar o seu 17° gol de cabeça com a camisa do Flamengo, o de número 57 em 116 jogos. Impressionante a impulsão do camisa 27 para superar a defesa do Bangu.

Bruno Henrique comemora gol contra o Bangu
Bruno Henrique comemora gol contra o Bangu Marcelo Cortes / Flamengo

Um minuto depois, o árbitro encerrou o primeiro tempo de uma partida que teve um time só atacando e outro defendendo.

 A superioridade do Flamengo, mesmo retornando de férias, fez a diferença contra o modesto e retrancado Bangu. 

No segundo tempo, o time milionário do Flamengo botou pressão no jogo com mais da metade dos jogadores no ataque do adversário e perdeu muitos gols. 

Primeiro em cabeçada do zagueiro Gustavo Henrique por cima do gol. Depois com Everton Ribeiro rente a trave. Gabigol desperdiçou duas oportunidades em três minutos. Uma finalização após a outra.

Logo após o tempos técnico, o Flamengo acertou a direção. Aos 21 minutos, o capitão Diego tocou para Arrascaeta e com um belo drible na entrada da área o uruguaio bateu com categoria para marcar um golaço. O 31° gol do meia em 103 partidas com a camisa rubro-negra. 

Golaço do Flamengo! Arrascaeta dá drible de futsal e manda tacada de sinuca de fora da área no cantinho


Dois minutos depois, o zagueirão Gustavo Henrique cabeceou na trave após cobrança de escanteio. Um ótimo treino para o time rubro-negro, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

O cansaço tomou conta do time do Flamengo. Rogério Ceni trocou duas peças: sacou Gustavo Henrique e colocou Bruno Viana e Gomes no lugar de Diego, o melhor em campo. 

O camisa 10 saiu com duas assistências na bagagem, a 32ª em 208 jogos pelo rubro-negro. Tem quem não goste, mas o capitão foi importante na organização e saídas de bola no meio campo.

E teve mais mudanças no ataque do Flamengo: Michael no lugar de Everton Ribeiro, Bruno Henrique por Vitinho e o artilheiro do Cariocão Rodrigo Muniz no lugar de Arrascaeta.

Mas quem marcou o terceiro foi Gabigol aos 39 minutos. O camisa 9 recebeu um passe açucarado de Vitinho e fez o seu 71º gol pelo Flamengo. O oitavo do ano e o primeiro do Cariocão. 

O 3 a 0 na sétima rodada do Cariocão manteve o Flamengo na liderança isolada da Taça Guanabara, agora com três pontos sobre o vice-líder Volta Redonda que joga nesta quinta-feira, 1º de abril, contra o Boavista.

Esse foi o jogo mais tranquilo do Flamengo nos últimos tempos. Uma goleada em ritmo de treino.

O milionário time rubro-negro voa sozinho. 

E pensar que o Bangu já teve um timaço nas mãos do Doutor Castor e que fazia frente ao Flamengo.

Bons tempos...


Comentários

Elenco milionário do Flamengo estreia no Cariocão com vitória tranquila diante do pobre Bangu do saudoso Dr. Castor

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Golaço do Vasco no Dia Internacional da Visibilidade Trans

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Um dos clubes pioneiros no combate ao racismo no futebol brasileiro, o Vasco da Gama deu nesta quarta-feira, 31 de março, o pantapé inicial para aumentar a conscientização sobre a discriminação enfrentada pelas pessoas transgênero em todo o mundo, além de reforçar as contribuições positivas já adotadas na sociedade.

No Dia Internacional da Visibilidade Trans, o clube divulgou uma nota em que chama atenção para a possibilidade de associados trans poderem utilizar seus nomes sociais na carteirinha de sócio do Clube, em qualquer modalidade (sócio-torcedor ou estatutário).

O Vasco lançará algumas ações para que cada vez mais pessoas trans, e a comunidade LGBTQIA+, façam parte de sua história, que sempre foi inclusiva.

São Januário, estádio do Vasco da Gama!
São Januário, estádio do Vasco da Gama! Divulgação / Vasco

O movimento faz parte de uma política desenvolvida pelo Departamento de Responsabilidade Social e História do Clube, desta vez em parceria com a Vice-Presidência de Comunicação (Secretaria).

Um golaço do Vasco da Gama, o time que venceu o racismo e agora luta por outras causas urgentes da nossa humanidade!

Parabéns!

Comentários

Golaço do Vasco no Dia Internacional da Visibilidade Trans

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Saudade da vibração da torcida, das narrações emocionantes, e do malabarismo do genial Ronaldinho Gaúcho!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Fui tentar dormir depois de um empate morno e sem graça no clássico entre Fluminense e Vasco na noite de terça-feira

Nessa pandemia, às vezes o sono escapa, e demora a chegar. Tentei escutar música, e nada de dormir.  Nem a leitura do livro preferido, adiantou. 

E do nada, fuçando no Facebook, apareceu um vídeo com as maravilhosas jogadas de Ronaldinho na época do Barcelona. Definitivamente, não dormi mais. 

Como era bom ver esse cara jogar bola! Melhor ainda com a vibração dos torcedores, e dos narradores que eram levados à loucura com a genialidade do craque. A cada drible, ou jogada, era uma festa. 

Ronaldinho em jogo de lendas do Barcelona e Real Madrid.
Ronaldinho em jogo de lendas do Barcelona e Real Madrid. Getty Images

O que mais chamou atenção, e que a memória escondeu com o tempo, é que em muitos lances maravilhosos do camisa 10 do Barça, o gol não acontecia. E olha que ele fez muitos: 94 gols em 207 partidas disputadas.

Mas pra que bola na rede? Fazer gol era para Pelé, Romário, Ronaldo, e tantos outros goleadores. 

Ronaldinho era futebol arte, um gênio que dominava a bola em qualquer canto do campo com habilidade, e produzia jogadas geniais em frações de segundos. A gorducha encaixava no pé dele com perfeição. Coisa de bruxo!

Um cara veloz como o raio, que pensava anos luz dos marcadores, e dos seus próprios parceiros. 

Nem quem jogava ao lado de Ronaldinho sabia a mágica que ele iria tirar da cartola. Mas a bola chegava linda, e no lugar certo, ou melhor, pensado por ele. Isso não era assistência, e sim carinho. 

Sempre consegui ver em Ronaldinho, os melhores jogadores brasileiros de todos os tempos. Pelé escapando com agilidade das deslealdades dos marcadores. Ronaldo Fenômeno arrancando para o gol em velocidade. Os elásticos fantásticos de Rivellino. Os dribles desconcertantes de Garrincha. 

Ronaldinho Gaúcho deixou Guti completamente perdido com caneta espetacular



Ronaldinho era a alegria do povo. A representação máxima do que é ser um camisa 10 e craque brasileiro. 

Rever Ronaldinho não me deu sono, e sim muito raiva! Ira desse futebol medíocre que vemos todos os dias. Sem talento, ousadia e beleza. 

A torcida não está presente nos estádios por um motivo nobre: nossa sobrevivência. Mas garanto que se tivéssemos mais Ronaldinhos em campo, a vibração dos narradores nos traria o conforto e a alegria que há tanto tempo não faz mais parte das nossas vidas.

O dia que Ronaldinho Gaúcho foi aplaudido de pé no Santiago Bernabéu

Comentários

Saudade da vibração da torcida, das narrações emocionantes, e do malabarismo do genial Ronaldinho Gaúcho!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Fluminense 1 x 1 Vasco: Fred e Cano marcam em clássico ruim para os dois gigantes no Cariocão!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Os atacantes apareceram no clássico carioca entre Fluminense e Vasco, em Volta Redonda, a cidade do aço, e do Voltaço, vice-lider do Cariocão, na noite das mariposas, nesta terça-feira (30). 

Parecia que o clássico seria de Nenê. Ele cobrou um escanteio e quase marcou um gol olímpico no estádio Raulino de Oliveira.

Mas aos 37  minutos do primeiro tempo, o oportunista atacante argentino Germán Cano foi mais rápido do que a defesa tricolor, e abriu o placar do cruzmaltino.  O 25º dele com a camisa do Vasco. O time comandado por Marcelo Cabo foi melhor nos 45 minutos iniciais.

Nenê cobra escanteio direto e quase marca gol olímpico para o Fluminense; VEJA o lance!



Na segunda etapa, logo no primeiro minuto, o Fluminense chegou ao empate com uma jogada de veteranos. 

Nenê novamente cobrou um escanteio fatal na cabeça de Fred. O terceiro gol dele nessa edição do Cariocão em dois jogos. 

Fred alcançou a marca de 180 bolas nas redes em 318 jogos com a camisa do Tricolor.  O centroavante está a quatro gols de igualar Orlando Pingo de Ouro, segundo maior artilheiro da história do Fluminense.

Desde que retornou ao Flu, o centroavante marcou oito vezes. Nenê soma 11 assistências. 

Seis minutos depois, quase Fred virou o jogo.  O Fluminense tomou conta do jogo e pressionou. 

A experiente dupla não terminou a partida. Ganso entrou no lugar de Nenê, e John Kennedy substituiu o goleador Fred. As alterações não surtiram o efeito desejado pelo técnico Roger Machado!

Nenê quase marcou um olímpico e deu uma assistência para Fred
Nenê quase marcou um olímpico e deu uma assistência para Fred LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Mas como em clássico tudo muda rapidamente, o goleiro tricolor Marcos Felipe, que quase entregou o ouro ao tropeçar em uma placa de publicidade, salvou duas vezes o Fluminense com ótimas defesas nos minutos finais. E ainda, teve uma bola na trave em chute do volante vascaíno Andrey.

Na noite de futebol acanhado, e das aparecidas mariposas que sobrevoaram o estádio Raulino de Oliveira, emoção, só mesmo nos últimos minutos de partida.

O empate foi um resultado ruim para os rivais. O Fluminense vai dormir no G-4, em quarto, com 10 pontos, mas poderá ser ultrapassado por Botafogo, Madureira ou Resende, ainda nessa sétima rodada. O Vasco é o oitavo, com oito pontos.

Só os quatro melhores avançam à semifinal do Cariocão!

Com gols de Fred e Cano, Fluminense e Vasco ficam no empate pelo Campeonato Carioca; VEJA como foi!

Comentários

Fluminense 1 x 1 Vasco: Fred e Cano marcam em clássico ruim para os dois gigantes no Cariocão!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Seleção x clube: Alegria de Modric e tristeza de Lewandowski põe em xeque responsabilidade de quem paga a conta!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Foi muito bacana ver o croata Luka Modric comemorar 135 jogos com a camisa da Croácia. O choro era real do meia do Real Madrid. Nesse caso, defender a camisa da Croácia foi um bom negócio para ele e clube com a exposição. O craque se tornou o recordista de jogos pela seleção do seu país. 

Triste foi ver o melhor atacante do mundo, Robert Lewandowski, sofrer um estiramento no joelho direito após marcar dois gols pela seleção da Polônia, e que tirou o craque de ação por quatro semanas. A informação foi divulgada nesta terça-feira (30) pelo Bayern de Munique, "dono" do atacante.

Quem vai pagar o pato é o time alemão. O camisa 9 foi defender o seu país e com a séria contusão desfalcará o atual campeão da Champions Legue nos dois jogos decisivos contra o PSG de Neymar e Mbappé. 

Lewandowski fora por um mês: o que o Bayern perde com lesão do melhor do mundo, que está fora das quartas da Champions


Sorte do time francês não ter o polonês pela frente, nos duelos das quartas de final da Champions, o primeiro no dia 7 de abril, em Munique.

Eleito o melhor jogador do mundo na temporada passada, e artilheiro da maior competição de clubes da Europa, a ausência de Lewandowski será um prejuízo enorme para o Bayern de Munique. 

Não é de hoje que se discute essa relação entre clubes e seleções. Existem vários casos de atletas que são convocados pelo selecionado de seu país e retornam “bichado” ao time que paga o seu alto salário. 

Tipo de relacionamento que não pode ser tratado como um casamento “na alegria e na tristeza”. Os clubes merecem um melhor tratamento e garantias financeiras para um caso mais sério. 

Robert Lewandowski fora por um mês do Bayern
Robert Lewandowski fora por um mês do Bayern Getty Images

Ao Bayern resta o lamento. Não ter o goleador do Campeonato Alemão, com 35 gols, e da Champions League, com cinco, será de alto risco. 

Com certeza, uma eliminação em um torneio tão importante, não será culpa da FIFA ou da Federação Alemã. 

Comentários

Seleção x clube: Alegria de Modric e tristeza de Lewandowski põe em xeque responsabilidade de quem paga a conta!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Fluminense e Vasco fora do G-4: Clássico dramático na abertura da 7ª rodada do Cariocão! Veja escalações e palpite!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Fluminense e Vasco abrem nesta terça-feira (30), a 7ª rodada do Campeonato Carioca, no estádio Raulino Oliveira, a casa do vice-líder Volta Redonda.

Os dois gigantes cariocas estão fora do G-4 e nesse momento estariam fora também da semifinal do Cariocão. O Tricolor é o quinto colocado, com nove pontos, o Vasco ocupa a oitava posição, com seis.

A situação é preocupante, pois a cinco rodadas do final dessa fase, com 11 jogos, três equipes consideradas “pequenas”, estão melhores do que os dois grandes cariocas.

Flu e Vasco em confronto do Carioca 2020
Flu e Vasco em confronto do Carioca 2020 LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C.

Volta Redonda na segunda colocação, Portuguesa em terceiro, e Madureira, em quarto, único time que ainda não perdeu no campeonato.

Os dois gigantes cariocas sentiram o veneno desses clubes na última rodada (6ª). O Fluminense foi derrotado pelo Voltaço por 3 a 1, gols de João Carlos e dois de Alef Manga. 

No final da partida, o meia tricolor Ganso foi conversar com Alef para saber quantos anos o atacante tinha. O jogador, de 26 anos, ídolo do atacante rubro-negro Bruno Henrique, tem incomodado os adversários.

O Vasco vencia o Madureira por 2 a 0, e tomou o empate. A Portuguesa venceu o lanterna Macaé por 3 a 0. No clássico de logo mais, uma derrota deixará a situação de Fluminense e Vasco complicada. 

Após a primeira derrota, o técnico Roger Machado, ao que tudo indica, deverá manter o mesmo time em campo. A dúvida será no meio de campo. Yago com dores musculares poderá dar lugar a Wellington. Os zagueiros Luccas Claro e Matheus Ferraz seguem fora por contusão.

Com o Vasco em formação, o técnico Marcelo Cabo também terá problemas no duelo. Talles com dores no joelho esquerdo, Vinícius, fratura no nariz, e Marquinhos Gabriel, serão desfalques. Mas Léo Matos, Leandro Castán e Andrey, poupados no empate contra o Madureira, estão relacionados.

No último confronto entre Flu e Vasco, empate em 1 a 1, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, em São Januário. Gols de Wellington Silva e Germán Cano.

No Cariocão, no dia 15 de março do ano passado, vitória do Fluminense por 2 a 0, com gols de Evanilson e Fernando Pacheco, no derradeiro jogo antes da paralisação do futebol por conta da pandemia da Covid-19. A partida aconteceu no Maracanã, com portões fechados.

Nesse duelo, deixo o palpite de empate: 2 a 2. Resultado que seria ruim para as pretensões de Fluminense e Vasco. Tipo de clássico que só a vitória importa!

Léo Jabá conta como pai vascaíno o influenciou a fechar com o Vasco: 'Onde assino?'



Provável escalação do Fluminense:
Marcos Felipe; Calegari, Nino, Frazan e Egídio; Martinelli, Yago (Wellington) e Nenê; Luiz Henrique, Lucca e Fred.


Provável escalação do Vasco: Lucão; Cayo Tenório (Léo Matos), Miranda, Leandro Castan e Zeca; Bruno Gomes, Andrey, Galarza e Carlinhos (Laranjeira); Gabriel Pec e Cano.

Comentários

Fluminense e Vasco fora do G-4: Clássico dramático na abertura da 7ª rodada do Cariocão! Veja escalações e palpite!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

“Viúvas” do Valdivia: Até você Marcão?

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Entendo os torcedores do Palmeiras, entre eles o goleiro e ídolo Marcos, quando ressuscitam o meia chileno Jorge Valdivia.

O camisa 10 tem uma identificação forte com o Verdão e escreveu uma história bonita no clube. Foi campeão de duas Copa do Brasil (2012 e 2015), do Brasileirão da Série B (2013) e Campeão Paulista (2008). Em 148 jogos, marcou 17 gols.

Lembrar de um craque, quando algo não está bom no time do coração, é a coisa mais normal. E o Palmeiras carece de um verdadeiro camisa 10, e de um ídolo. Isso é fato!

A história começou quando Marcão comparou o ex-vascaíno e meia argentino Martin Benitez contratado pelo São Paulo, com o seu ex-companheiro de Verdão, em uma entrevista para o apresentador Benjamin Back durante uma live no Instagram.

“Achei ele parecido com o Valdivia quando chegou aqui. Queria muito ter falado para o presidente do Palmeiras ir atrás desse Benitez, mas não vou me meter mais nessas coisas, porque, depois, os caras ficam me xingando”, disse o ex-jogador.

Valdivia também fez parte do elenco rebaixado pelo Palmeiras em 2012
Valdivia também fez parte do elenco rebaixado pelo Palmeiras em 2012 GazetaPress

Mas alguns, e não é o caso do Marcão, ainda acreditam que Valdivia possa jogar no Palmeiras, aos 37 anos. Absurdo! 

Não dá mais para o ídolo chileno atuar nesse novo futebol. O que passou, passou! Feio é o Valdivia não perceber que já deveria ter se aposentado e ficar rodando igual a um cigano. O meia foi recentemente contratado pelo Union La Calera, time chileno.

O Palmeiras precisa sim, apostar no talentoso Raphael Veiga, e buscar um outro camisa 10, sem depender de Lucas Lima. Um dos maiores micos dos últimos tempos. O meia está devendo um bom futebol e tem talento para isso.

Além disso, buscar um verdadeiro camisa 9 e goleador. Um cara como Evair foi nos anos 1990. Esse era diferenciado. Jogava em todas e marcava gols de falta, de cabeça, de fora da área, de pênalti, armava jogadas, e consagrou Edmundo, nas palavras do próprio “Animal”, um craque!

Opa, até eu dei uma de “viúva” dos bons jogadores!

Sormani: 'O que eu vi do time do Palmeiras não me agradou. Foi campeão da Libertadores, mas foi para o Mundial e fez um fiasco'


Comentários

“Viúvas” do Valdivia: Até você Marcão?

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Botafogo, Fluminense e Vasco fora do G-4 do Cariocão, apenas Flamengo estaria na semifinal!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Após seis rodadas do Campeonato Carioca, mais da metade das 11 rodadas da primeira fase, apenas o Flamengo estaria na semifinal da competição, entre os quatro gigantes do futebol do Rio.

O time rubro-negro lidera o Cariocão com Volta Redonda, Portuguesa e Madureira completando o G-4. Apenas os quatro melhores avançam à semifinal do torneio.

Rodrigo Muniz é o artilheiro do Cariocão com cinco gols
Rodrigo Muniz é o artilheiro do Cariocão com cinco gols Maarcelo Cortes / Flamengo

O Fluminense que perdeu para o vice-líder Volta Redonda por 3 a 2 na abertura da 6ª rodada na sexta-feira (26) é o quinto colocado com nove pontos.

O Botafogo é o sexto na tabela também com nove pontos, mas com uma vitória a menos do que o Tricolor (3 a 2). 

O Glorioso bateu o Nova Iguaçu por 2 a 1, de virada, nos acréscimos neste domingo (28). Destaque para o estreante Marco Antônio que deu uma assistência e marcou um gol aos 50 minutos do segundo tempo.

Entre os quatro gigantes cariocas, o Vasco é o time de pior campanha. Após sair vencendo o Madureira por dois a zero, no sábado (27), tomou o empate e agora ocupa a oitava posição na classificação.

Na terça-feira (30), o clássico entre Fluminense e Vasco abre a 7ª rodada do Cariocão. Duelo importante para as duas equipes buscarem o G-4.

Até aqui, o destaque dessa edição do Campeonato Carioca tem sido o Volta Redonda. O Tricolor de Aço está empatado em pontos com o líder Flamengo (13) e faz uma campanha quase idêntica ao gigante rubro-negro. 

Flamengo sai atrás do Boavista em golaço, mas busca empate com Vitinho; veja os gols



Em seis jogos, as duas equipes venceram quatro partidas, empataram uma e sofreram uma derrota. A diferença está nos gols. 

O Flamengo tem o melhor ataque da competição com 10 bolas nas redes e sofreu três. O Voltaço fez oito e levou cinco. No saldo de gols, o Mengão supera o vice-líder (7 a 3).

Portuguesa e Madureira também fazem uma ótima campanha. As equipes somam 10 pontos. A Lusa tem uma vitória a mais (3 a 2), mas o Tricolor suburbano ainda não foi derrotado, e é o único time invicto do Cariocão.

Botafogo, Fluminense e Vasco que se cuidem. Os times considerados pequenos estão mais gigantes do que nunca!

Comentários

Botafogo, Fluminense e Vasco fora do G-4 do Cariocão, apenas Flamengo estaria na semifinal!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Rafinha no Grêmio é um reforço de peso para ajudar Renato Gaúcho a ganhar títulos

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Rafinha não é craque, mas tem talento de sobra para o mediano futebol brasileiro. Ele foi um dos principais personagens do super Flamengo de 2019 comandado pelo técnico português Jorge Jesus.

Experiente e com títulos na bagagem, o lateral foi peça chave no esquema pelo lado direito do time rubro-negro. 

Mais do que isso, Rafinha comandou o time em campo e fora. Sabia como ninguém conversar com os jogadores e criar um clima amistoso com os pagodes alegres no vestiário após jogos e treinos.

Rafinha em campo pelo Flamengo
Rafinha em campo pelo Flamengo Alexandre Vidal / Flamengo

Aos 35 anos, ele chega ao forte Grêmio sob a batuta de Renato Gaúcho, responsável por sua contratação depois da frustrada e confusa negociação com o Flamengo. O técnico do Tricolor fez a cabeça do presidente Romildo Bolzan que havia desistido de contratar o veterano.

A lateral-direita será de Rafinha, mesmo com jovens vindos da base e promissores. Caso de Vanderson, de apenas 19 anos. O Grêmio ainda conta com Victor Ferraz e Leonardo Gomes para a posição.

Renato é esperto e sabe que Rafinha fará a diferença no time como o atacante Diego Souza vem fazendo. Experiência para mesclar com a juventude é fundamental com a quantidade de torneios que o Tricolor gaúcho terá pela frente em 2021: Copa do Brasil, Libertadores e Brasileirão.

Rafinha retorna da Europa depois de atuar na Grécia com a camisa do Olympiacos. O lateral-direito disputou 22 jogos pelo clube grego. Ele rescindiu contrato com o Flamengo em agosto de 2020 e por pouco não fechou com o seu ex-clube na semana passada.

A previsão é de que Rafinha desembarque neste domingo (28) à tarde, em Porto Alegre, para realizar exames médicos e assinar contrato. Ele poderá ser anunciado ainda hoje e apresentado nesta segunda-feira (28)

Sorte do Grêmio que agora terá um veterano Campeão da Libertadores e do Brasileirão de 2019 em seu elenco para alegrar os bastidores de Porto Alegre e quem sabe levantar mais taças.

Flamengo sai atrás do Boavista em golaço, mas busca empate com Vitinho; veja os gols

Comentários

Rafinha no Grêmio é um reforço de peso para ajudar Renato Gaúcho a ganhar títulos

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Um salve para o Madureira, único time invicto no Campeonato Carioca!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

O guerreiro Madureira buscou o empate contra o Vasco depois de estar perdendo por 2 a 0, neste sábado (27), no estádio Los Larios, em Xerém, pela sexta rodada do Cariocão 2021. 

Feitosa e Maurício Barbosa marcaram  para o Madureira. O resultado final em 2 a 2 manteve a invencibilidade do Tricolor suburbano, única equipe que ainda não perdeu na competição. 

Madureira comemora empate contra o Vasco
Madureira comemora empate contra o Vasco Flickr Madureira

Em seis rodadas, mais da metade dos 11 jogos da primeira fase do campeonato, o Madureira venceu duas, empatou quatro, marcou quatro gols e sofreu dois.

Com 10 pontos e em terceiro lugar no G-4, hoje, o Tricolor suburbano estaria na semifinal do Cariocão. 

A cinco rodadas do final da primeira fase, o Madureira está atrás apenas de Flamengo e Volta Redonda, ambos com 13 pontos. 

Duas vezes vice-campeão carioca. o time de 106 anos faz uma ótima campanha que deve ser comemorada e mantida nos próximos duelos. 

Na quarta-feira (31), o adversário do Madureira será outro gigante, o Botafogo, no estádio Giulite Coutinho. 

Um salve para o único time invicto do Cariocão 2021!

Flamengo sai atrás do Boavista em golaço, mas busca empate com Vitinho; veja os gols

Comentários

Um salve para o Madureira, único time invicto no Campeonato Carioca!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Boavista 1 x 1 Flamengo: Rubro-negro empata em pontos com Volta Redonda e retoma liderança do Cariocão por melhor ataque!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Com Gabigol em campo, ainda sem ritmo e com vontade, o Flamengo sofreu o primeiro tropeço diante um time de menor expressão no Campeonato Carioca ao empatar com o Boavista por 1 a 1, em Bacaxá, neste sábado (27), com gramado horroroso devido ao excesso de jogos, pela 6ª rodada do torneio.

O time de Saquarema marcou primeiro, aos 22 minutos, com um golaço do lateral-esquerdo Jean, o terceiro dele no Carioca. Ele foi eleito o melhor da posição, no campeonato de 2020, ao lado de Filipe Luís. O gol saiu após um presentaço de Gabigol, com um erro de passe, dando início a construção da jogada do adversário.

Seis minutos depois, o Flamengo empatou em uma boa trama pelo lado esquerdo do campo. O atacante Michael cruzou na área para Vitinho marcar: 1 a 1. Gols marcados no primeiro tempo.

Vitinho comemora gol de empate no Cariocão
Vitinho comemora gol de empate no Cariocão Maarcelo Cortes / Flamengo


Na segunda etapa, só deu Flamengo que parou nas defesas do ótimo goleiro Klever e na forte marcação do Boavista. O time rubro-negro ainda reclamou de um pênalti não assinalado pelo árbitro. 

Nessas horas, todo mundo lembra do tão criticado VAR. Na primeira fase do Cariocão, a equipe de árbitro de vídeo não foi escalada. Só entrará em ação na semifinal, quando apenas quatro clubes, os melhores, estarão na disputa.

Artilheiro do Cariocão com cinco gols, o jovem atacante Rodrigo Muniz entrou aos 14 minutos de segundo tempo para fortalecer o ataque do Mengão. 

Ao lado de Gabigol, os dois maiores goleadores do Flamengo em 2021 (Gabi com sete) incomodaram a defesa adversária, mas passaram em branco.

Foram quatro substituições no rubro-negro para tentar buscar o gol da vitória e nenhuma das opções deu resultado. Mas nos números do jogo, o Flamengo foi superior ao Boavista: posse de bola (74% a 26%), finalizações (24 a 6), finalizações no gol (6 a 1) e escanteios (7 a 1).

Mesmo com o empate, o Flamengo, ainda comandado por Maurício Souza, e com Rogério Ceni na arquibancada, assumiu a liderança do Cariocão empatado em pontos com o Volta Redonda (13). 

A liderança do Flamengo se deve ao critério de desempate de melhor ataque (10 bolas nas redes contra oito do Voltaço), e saldo de gols (7 a 3). O vice-líder venceu na sexta-feira (26) o Fluminense por 3 a 2. O Volta Redonda sofreu  mais gols do que o Mengão (5 a 3).

Em seis jogos, as duas equipes venceram quatro partidas, empataram uma e sofreram uma derrota. O empate do Flamengo foi um ótimo resultado para o Volta Redonda.

O Rubro-Negro volta a campo na próxima quarta-feira (31), contra o Bangu, no Raulino de Oliveira. O time de Saquarema visita o Volta Redonda na quinta (1º de abril).

Flamengo e Volta Redonda terão um confronto direto na última rodada (11ª) da primeira fase, no dia 25 de abril. 

Atacante do 4 de Julho se choca com a trave, faz gol, e não consegue comemorar; veja o lance

Comentários

Boavista 1 x 1 Flamengo: Rubro-negro empata em pontos com Volta Redonda e retoma liderança do Cariocão por melhor ataque!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Conheça o sonho "possível" de Alef Manga, o atacante do Volta Redonda que chuta com o c* do pé e faz gol à la Puskas!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

O atacante Alef Manga marcou dois gols na vitória do Volta Redonda sobre o Fluminense, de Fred, por 3 a 2, na abertura da 6ª do Campeonato Carioca, nesta sexta-feira (27).

Além de ser muito divertido, Alef é experiente e rodado no futebol. Nascido na cidade de Santos, litoral paulista, o Voltaço é o segundo time que o atacante defendeu no Rio. Na primeira passagem pelo futebol carioca, atuou no Resende. 

Manga também jogou no ASA-AL, Coruripe-AL, Maringá-SP e Cascavel-PR. No exterior, defendeu o Oliveirense, de Portugal.

Ele retornou ao Volta Redonda durante a disputa da Série C do Brasileirão. Alef disputou 13 jogos e balançou as redes nove vezes pelo Tricolor de Aço. Nesta temporada, o atacante atuou em cinco jogos e marcou cinco gols. 

Alef comemora gol contra o Fluminense no Cariocão
Alef comemora gol contra o Fluminense no Cariocão André Moreira / VRFC

Alef Manga tem um ídolo no futebol: Bruno Henrique, atacante do Flamengo. É nele que o atacante do Voltaço se espelha.

Aliás, o atacante tem um sonho curioso para quem já é profissional e aos poucos vai conquistando espaço, mesmo com 26 anos. Alef Manga quer ganhar uma camisa de presente de Bruno Henrique. O vídeo com a mensagem enviada ao atacante, já está nas mãos do Flamengo. Agora é aguardar se o sonho de Alef será realizado.  Além do presente, o atacante do Voltaço quer bater um papo com o ídolo no intervalo ou depois da partida.

O duelo entre Volta Redonda e o time rubro-negro está marcado para a última rodada (11ª), no dia 25 de abril, ou seja, daqui a cinco rodadas. 

Há 10 dias, Alef virou notícia na vitória do Voltaço sobre o paraense Castanhal pela primeira fase da Copa do Brasil. Ele marcou dois gols e um deles mereceria uma placa, ou melhor, concorrer ao Prêmio Puskás. 

Alef Manga é um cara tranquilo, boleiro e atrevido. Tanto que aos 31 minutos do primeiro tempo, o atacante recebeu a bola na ponta direita, ganhou de Lucas Santos, aplicou uma “caneta” em Guilherme Almeida, e como cereja no bolo, deu um lençol no goleiro Axel Lopes, com cavadinha, para guardar o golaço no fundo das redes. Uma obra-prima.

Roger Machado lamenta primeira derrota no Fluminense, mas destaca 'entrega para voltar ao jogo'


E por falar em tranquilidade e atrevimento, logo após a vitória sobre o Fluminense por 3 a 2, com dois gols dele, e que deu outra vez a liderança ao Volta Redonda com um ponto à frente do Flamengo (13 a 12) – o time rubro-negro joga neste sábado (27) contra o Boavista, às 21h05, em Bacaxá, Alef Manga teve que responder a seguinte pergunta curiosa do repórter André Cavalcante.

Repórter: “Os seus parceiros do Volta Redonda pegam no seu pé, falam que você não finaliza bem ou tentam tirar um sarro... o que eles falam, que você bate com qual parte do pé (risada do Alef) dentro do possível nesse horário...?”

Alef Manga: “Na verdade nos treinos eles falam que eu chuto com o c* do pé, né?, mas não é com o c* do pé, é parte do bombom que se fala..Então, muitas pessoas falam que eu chuto com o c* do pé, mas o importante é que a bola está entrando, eu estou muito feliz em poder ajudar meus companheiros”, disse o convicto goleador.

Com Alef Manga é assim! Não tente segurá-lo nas entrevistas e dentro de campo. O negócio dele é falar a verdade, enfiar a bola para o fundo das redes, e claro, com o “bombom” do pé!

Comentários

Conheça o sonho "possível" de Alef Manga, o atacante do Volta Redonda que chuta com o c* do pé e faz gol à la Puskas!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

O futebol só vai parar no Brasil quando morrer algum jogador famoso, e olha lá!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Sábado, dia 27 de março de 2021! Escrevo esse texto indignado com os números de mortes divulgados nesta sexta-feira por causa da pandemia do coronavírus. 

O Brasil quebrou um novo “recorde” com a pior marca desde a primeira morte no país: mais de 3,6 mil óbitos registrados em 24 horas. 

A média móvel de mortes na última semana chegou a 2,4 mil. Eu me comovo a cada dia ao ler esses números do nosso país.

Estou há um ano e onze dias trabalhando de casa, o famoso “home office”. Nesse período, perdi um emprego, arrumei outro, e acompanhei notícias de pessoas próximas que morreram por causa da Covid-19.

O descaso com essa pandemia segue como começou. Alguns não acreditam que o vírus existe e mata. Entre eles, os donos do futebol. Inclua nessa lista, CBF, Federações. presidentes de clubes e políticos.

Palmeiras e São Bento empataram em Volta Redonda pelo Paulistão
Palmeiras e São Bento empataram em Volta Redonda pelo Paulistão Cesar Greco / Palmeiras

Esses donos da bola, tentam driblar a pandemia com jogadas perigosas, até desleais, sem um juiz ou árbitro de vídeo para punir o lance deles que tem um único objetivo: ganhar dinheiro.

É doloroso ter futebol, esporte que nos dá alegria, em um momento que não há o que comemorar. Não temos leitos e nem cilindros de oxigênio nos hospitais. O mesmo oxigênio que o atleta precisa para encher os pulmões de ar e correr mais. Como ter harmonia e gosto para assistir uma partida de futebol, se amanhã não sabemos se vamos respirar?

Não temos um levantamento no Brasil de quantos jogadores morreram ou foram vítimas da doença. Mas a verdade, é que isso pouco importa. Os donos da bola afirmam que seguem os protocolos determinados.

'Temos que lamentar o péssimo futebol apresentado', diz Mancini após classificação na Copa do Brasil



Alguns jogadores tentam levantar uma bandeira e logo são calados. Infelizmente, a maioria não sabe a força que tem. Não são unidos, e alguns que poderiam dar um grito de basta, não se preocupam, pois com o salário que ganham está bom demais para se preocupar com atletas de clubes pequenos, sem o mínimo de estrutura.

Se o trabalhador comum pode ficar sem um emprego, parado em casa, por que o mesmo não pode acontecer com o futebol? Vale a pena todo esse risco?

Quem poderá parar esses gananciosos que levam um jogo de um Estado para outro? 

Infelizmente, o futebol brasileiro só vai parar quando algum jogador famoso morrer! Espero que os donos da bola sejam sensatos e evitem esse tipo de tragédia. 

Teve uma época, não tão distante, em que o futebol não tinha nem desfibrilador em campo. No dia 27 de outubro de 2005, assistimos, ao vivo, o zagueiro Serginho, do São Caetano, morrer no gramado do Morumbi. 

Essa tragédia anunciada serviu de exemplo para mudar o futebol. O tempo de atendimento do jogador e a ausência de uma estrutura adequada para cuidar do atleta dentro de campo “matou” Serginho.

Alguns estádios não tinham nem ambulância. Evoluímos com um exemplo triste. O futebol precisou aprender com os erros, mas nunca os gananciosos dirigentes pagaram e pagam um preço alto por fatos como esses.

Nesse jogo de poder em que vivemos a maior tragédia dos novos tempos, a insanidade está goleando o bom senso por 19 a 0. A Covid está no ar, só não vê quem não quer!

Tudo dependerá das nossas próprias escolhas. Ainda dá para corrigir esse erro juvenil!

Comentários

O futebol só vai parar no Brasil quando morrer algum jogador famoso, e olha lá!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

mais postsLoading